E-mail marketing → 4 técnicas infalíveis para ter mais resultados

Tempo de leitura: 4 minutos

O e-mail marketing é a ferramenta mais eficiente para nutrir os leads com informações importantes sobre o seu produto e transformá-los em clientes.

Como qualquer ferramenta dentro da estratégia de inbound marketing, existem algumas regras que se forem seguidas vão garantir o sucesso da sua campanha.

Nesse artigo vou detalhar as 4 práticas recomentadas para que sua estrategia de e-mail marketing traga excelentes resultados.

Ao final da leitura você será capaz de responder a pergunta que vai determinar o sucesso da sua campanha de e-mail marketing:

Quem irá receber seus e-mails e porque?

Antes de mais nada vale lembrar que inbound marketing é um casamento entre conteúdo e contexto, saber quem são seus contatos e dividi-los em grupos menores com base nas similaridades, permite usar o contexto para tornar o conteúdo mais relevante e envolvente ao leitor.

1- Determinar a audiencia – Buyer personas são o centro de toda estratégia de inbound marketing, entender suas necessidades e saber exatamente o estágio de compra em que ela se encontra vai permitir enviar o e-mail certo para pessoa certa na hora certa.
Imagine que a sua persona esteja no momento de descoberta do problema, vamos usar como exemplo alguém com problemas em sua máquina de lavar roupas, enviar um e-mail com ofertas de desconto para compra de uma máquina nova nessa fase vai fazer com que a persona se descadastre da lista e você perca seu contato para sempre.

Caso o e-mail enviado tenha um conteúdo informativo como um cheklist para saber se vale a pena consertar a máquina de lavar fará com que a persona se interesse pelo conteúdo e permaneça no funil de vendas.

2 – Segmentar a base de contatos para corresponder a esse publico – e-mails enviados: Segmentar a lista de e-mails vai muito além de conhecer a etapa de compra em que a persona se encontra, a segmentação pode ser feita por leads que interagiram com a sua mensagem, visitaram seu site, abriram e-mails anteriores.

Enviar conteúdo segmentado aumenta drasticamente a taxa de abertura dos seus e-mails, algo em torno de 62% mais cliques em cada campanha.

Os tipos mais comuns de segmentação para listas de contato são:

  • Localização geográfica
  • Gênero
  • Estado civil
  • Tamanho da empresa
  • Origem do lead
  • Cargo que ocupa

Uma lista de e-mail perde em media 25% dos seus contatos por diversos motivos, como troca de emprego, troca de endereço de e-mail e descadastramento da lista. Enviar conteúdo com frequência vai manter sua lista sempre atualizada.

3 – Enviar o conteúdo certo, na hora certa para esse publico – O maior desafio em uma campanha de e-mail marketing é decidir que tipo de conteúdo deve ser enviado para seu prospect ou cliente, para resolver esse problema existe um equação simples: conteúdo+contexto = sucesso.
Cada fase da jornada de compra requer um tipo de conteúdo específico e adequado ao estágio do lead.

Fase da descoberta: Nesta fase o conteúdo deve ser fácil de ser consumido como:

  • Vídeos
  • Artigos de blog
  • Compartilhamento de slides
  • Ferramentas gratuitas
  • Planilhas
  • Ebooks e guias.

Esse tipo de conteúdo é excelente para capturar o interesse e educar o prospect na sua solução.

Fase de consideração: Na fase em que o prospect está considerando sua oferta, o conteúdo deve responder as perguntas que não foram feitas diretamente por ele, mais você sabe que são duvidas recorrentes, para essa fase os melhores conteúdos são:

  • Webinars
  • Estudos de caso
  • Planilhas com perguntas frequentes
  • Avaliação e testemunhos de terceiros

Fase de decisão: é aqui que você deve dar uma amostra do seu produto.

  • Avaliações gratuitas
  • Relatórios de retorno sobre o investimento
  • Consultorias
  • Orçamentos


4 – Usar o conteúdo para nutrir os leads ate se tornarem clientes
: as chances de alguém cmprar de você com apenas um e-mail é muito pequena, por isso é necessário construir relacionamentos com seus prospects com a meta de fechar negócio quando eles estiverem prontos.
73% dos leads não estão prontos para compra no primeiro contato, isso significa que Você deve nutri-los com informações sobre o seu produto até que ele esteja no momento de compra. Há uma linha tênue entre forçar a barra e abandonar o lead, o conhecimento que Você tem sobre o seu negócio e as informações enviadas ao lead é que farão a diferença na hora da venda.
E você como está tratando os leads do seu negócio? Solicite uma consultoria individual e receba gratuitamente um estudo sobre a jornada de compra do seu prospect, e pare de perder potenciais clientes.

Deixe uma resposta